terça-feira, 13 de novembro de 2012

Brasil-líder mundial de reciclagem de latas

É um dado absolutamente fantástico e que representa o quanto o Brasil tem evoluído, ao nível da reciclagem, nos últimos anos, apesar de muito trabalhar estar ainda por fazer. Segundo a Abal (Associação Brasileira de Alumínio) e a Abralatas (Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade), o Brasil reciclou em 2011 cerca de 18,4 bilhões de latas de alumínio. Ou seja, o correspondente a 50,4 milhões de latas por dia ou 2,1 milhões a cada hora. Ao todo, foram reutilizadas 98,3% das embalagens de bebidas consumidas, uma taxa que coloca o País na liderança mundial, quando em 2001 ocupava a vice-liderança.

Assim, o Brasil passou de 77,7% para 98,3%, superando o Japão, que também cresceu: de 80,6% para 92,6%. Segue-se a Argentina, que quase duplicou a taxa de reciclagem de latas de alumínio – dos 50% para os 91,1% – e os Estados Unidos, que subiram ligeiramente, de 62,1% para os 65,1%.

De acordo com estes dados, a Europa recicla 66,7% das latas de alumínio. Segundo a Exame brasileira, o negócio de recolha de latas de bebidas de alumínio injetou R$ 645 milhões (€245 milhões) na economia do País. Por consumir apenas 5% de energia elétrica, quando comparado ao processo de produção de metal primário, a reciclagem dos 248,7 mil milhões de toneladas de latas proporcionou uma economia de energia equivalente ao consumo anual de 6,5 milhões de pessoas, ou dois milhões de residências.

Um comentário:

  1. Bah que bacana isso Su!!!! super postagem! todo mundo ganha com a reciclagem.

    ResponderExcluir